E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Boys Before Flowers~ e um pouco de tudo

Pois é, domingo passado eu só tinha visto 03 dos 25 episódios, né? Perfeito, vi em maratona nessa semana, cheguei a ver mais de cinco por dia... foi uma verdadeira várzea, o que o vício não faz com uma pessoa?? hihi. E assim, terminei ontem e vim aqui "resenhar", como falei no post anterior.  Mas, na verdade verdadeira, meu intuito é muito mais que uma resenha simples... é bem possível que esse artigo se torne uma coisa imensa... porque o que tenho em mente é muita coisa mesmo!

Quem já ouviu falar de Hana Yori Dango, Boys Over Flowers, Meteor Garden, Meteor Shower e tudo mais, deve ao menos ter uma noção do que estou falando. Tem um vídeo lindo que vou mostrar pra vocês, com as versões juntas... mas só vi até hoje o anime (razoável), a versão japonesa (a melhor) e a coreana (a boa - que vai no título do post), mas ainda tem a versão taiwanesa, que já tentei ver duas vezes mas é muito chata e a versão chinesa, que não quero ver.


Assim, farei um resumo rápido, já que de Hanadan já falei uma vez. A história geral gira em torno da Makino Tsukishi, a protagonista do mangá escrito por Yoko Kamio. Em BBF, essa protagonista leva o nome de Geum Jan Di. Aliás, em cada versão, os nomes dos personagens são modificados, sendo mantidos do original em mangá, somente no anime e na versão japonesa.

Makino é uma garota pobre que vai estudar numa escola para ricos no Japão. Em cada versão é por um motivo, mas de qualquer forma foi com muito esforço e dedicação que Makino conseguiu ingressar nessa escola, onde seus pais acreditam que ela encontrará um "bom partido" e passando por muitas privações, conseguem que a filha se mantenha no colégio.

Lá, ela encontra o F4, um grupo de quatro rapazes, os mais ricos e arrongantes da escola, que mantém alunos e professores sob seu domínio. De uma forma completamente inesperada e surpreendente, ela acaba se tornando amiga dos quatro, e dois deles acabam por se apaixonar por ela.

Para mim, mesmo que a versão taiwanesa, em partes, seja mais fiel ao mangá, e a coreana também, eu ainda prefiro a versão japonesa. O anime é muito bom, vale a pena conferir, mas por ser de 1996/1997, é bem diferente dos animes atuais, pois é antigo. Contudo, como o anime foi concluído antes de ser lançado os últimos volumes do mangá, seu final é meio tosco. Sinceramente, só aqueles últimos capítulos já me fizeram detestar o anime todo. Não li o mangá, não foi publicado no Brasil (tenho esperanças de que ainda seja), mas aqui é possível encontrar traduzido até o volume 26, de 36 no total (o site ainda lança). E Boys Before Flowers... bom, vou falar agora.

Eles apelaram em algumas partes. No último episódio principalmente. O que é aquilo afinal?? [spoilers] A Geum Jan Di quase se mata afogada na piscina pra tentar fazer com que o Joon Pyo - no mangá, Doumyouji, líder do F4 e com quem a Makino fica no final - se lembre dela. Não, a Makino não faria isso.

Sem contar que o pobre do Ji Hoo (Hanazawa Rui no mangá - melhor amigo do Doumyouji, primeiro amor de Makino, também se apaixona por ela ) sofre demais, tadinho!!! O personagem sofre, mas nem tanto, em Hana Yori Dango, a versão japonesa. [spoiler] E aquele avô que nunca existiu na história original? Muito bem bolado... mas fizeram o pobre do Ji Hoo perder os pais de acidente de carro na infância, ser abandonado pelo avô, chorar litros d'água pra só com 20 anos pra mais reencontrá-lo.


E, em oposição à minha amiga Tamara, que citei no post anterior, prefiro o F4 da versão japonesa. Aqui vai uma fanart com cada um nas três versões que já vi (anime, corena e japonesa):

Em ordem, de cima para baixo: Doumyouji Tsukasa e Gu Joon Pyo; Hanazawa Rui e Yoon Ji Hoo; Nishikado Soujirou e So Yi Jung; Mimasaka Akira e Song Woo Bin.

No quesito beleza, Yi Jung e Woo Bin ganham, mas no todo, prefiro mesmo o F4 japonês. O Doumyouji é interpretado pelo lindo maravilhoso Matsumoto Jun, e nem preciso falar o quanto eu o amo e admiro, né~ e o Rui é interpretado pelo Oguri Shun, que eu também admiro muito, já vi muitos doramas dele. E, mesmo o Yi Jung sendo mais bonito que o Soujirou e o Woo Bin sendo mais bonito que o Akira, eu sempre associarei o Sojirou ao ator Matsuda Shouta e o Akira ao Abe Tsuyoshi.

Abe Tsuyoshi
Matsuda Shouta
Descobri ontem que o ator que interpreta o Ji Hoo é cantor e tem até um "site oficial" no Brasil. É muito capaz que amanhã ou depois eu comece a ouvir coisas dele e passe a admirá-lo, mas ainda assim fico com o Oguri Shun como ator.

Oguri Shun
Hyun Joong (Ji Hoo)

Mas, voltando a BBF~ o Ji Hoo sofre demais, por amor da Jan Di, e o ator consegue passar um olhar de profunda tristeza maior que qualquer outro ator que já vi, com exceção do Jun interpretendo o Doumyouji na segunda temporada da Hanadan. Enquanto via, que vontade de gritar pra TV: "ninguém te quer eu quero, Ji Hoo!". Mas o que "vence" é o amor e a amizade, nem o amor ou a amizade, são os dois em comum acordo que permitem que ele abra mão da Jan Di e a "entregue de bandeja" para o seu melhor amigo, Joon Pyo.

Agora, o cumprimento de uma promessa que fiz. Mostrar poque eu sempre, sempre, sempre, em qualquer versão de adaptação do mangá, vou acabar ficando do lado da Makino e do Doumyouji (Jan Di e Joon Pyo). Mesmo eu amando demais o Rui (Ji Hoo) e tendo grande compaixão por ele, e doer muito em meu peito quando ele (Oguri ou Hyun Joong) precisa "desistir" da Makino, já que sabe que ela só será feliz ao lado do Doumyouji e o que mais importa para ele é a felicidade dela. Mesmo assim.

Já no primeiro episódio de BBF (ou Hanadan, ou o anime, ou qualquer versão), nós já sentimos que vai rolar algo entre o Ji Hoo e a Jan Di. Se Hana Yori Dango fosse uma novela brasileira, provavelmente os dois ficariam mesmo juntos no final, e a gente já saberia só de ver a primeira troca de olhares entre eles. Por isso, no caso da versão japonesa, é tão comum as pessoas que assistem ao primeiro episódio, ou ao segundo, odiarem o Doumyouji e torcerem pra Makino e o Rui ficarem juntos (não falo de BBF por não ter conhecimento de causa, já que convivo com muito mais fãs da versão japonesa). Mas, com o passar do tempo, nosso coração (comigo não foi diferente) acaba se voltando para o Doumyouji. E mesmo ainda gostando muito do Rui, acabamos torcendo para o outro casal.

E sim. Foi isso com BBF também.  No começo, eu meio que detestava deveras o Joon Pyo, mas logo vi que meu coração "gritava por ele". Claro que o Ji Hoo também amava demais a Jan Di, mas digamos que simplesmente o modelamento, o nivelamento do Joon Pyo com relação à Jan Di é muito mais significativo. Deixa eu explicar.

Desde o início, o Ji Hoo ajuda a Jan Di, desde o início ele "desce ao nível dela", e para ele não é difícil ser uma pessoa comum como ela, que era uma pessoa simples, de uma família pobre e comum. Mesmo ele sendo milionário, bilionário, trilionário ou até muito mais rico que isso, era fácil para ele "ajudá-la a limpar vidros", por exemplo. Ou seja, desde o início notei a proximidade dos dois. Como colocaram muito bem no k-drama, ele era a alma gêmea da Jan Di.

Agora, por outro lado, a "queda" do Joon Pyo foi muito maior. Ele era ainda muito mais rico que o Ji Hoo, vinha de uma família de plutocratas, foi educado para nunca se envolver com gente comum. Ver como ele se apaixona pela Jan Di e aos poucos vai descendo os degraus do seu orgulho, soberba e arrogância, é uma coisa linda! Aquele poço de egocentrismo, o "Ilustríssimo Eu", olhando para uma garota normal como a Jan Di. Em nome desse amor que nasce aos poucos e ele demora certo tempo para admitir, Joon Pyo (e o Doumyouji Tsukasa) enfrenta sua mãe. A princípio, ele não enfrenta abertamente, mas ao fim da história, é tão claro o enfrentamento que chega a reluzir.

E nisso eu também prefiro o Doumyouji da versão japonesa. Ele é "mais homem", e enfrenta mais de cara sua mãe e a sociedade. No final da segunda temporada [spoiler] ele tinha sido deserdado e não era nem mais considerado um membro da família Doumyouji e mesmo assim vai atrás da Makino.

O "lapidar" do Joon Pyo/Doumyouji é muito mais profundo que o lapidar do Ji Hoo/Rui. Posso até dizer que desde o início o Ji Hoo era um diamante lapidado, mas o Joon Pyo começa totalmente como um diamante bruto.

Não sei se consegui me fazer entender com essa alegoria à diamantes. Mas foi o melhor que consegui~ para mim, o Joon Pyo, por ser um diamente bruto, teve que enfrentar a dor e o fogo em muito maior grau que o Ji Hoo.

Outro motivo é que... bem, eu achei extremamente louvável o que o Ji Hoo/Rui fez. Tem muita gente por esse mundão que acredita que o amor eros, ligado à paixão, importa mais do que o amor phileo, que quando se ama uma mulher, ou homem, nada mais importa, e as amizades são por vezes peremptoriamente deixadas de lado. Mas o Ji Hoo soube o que de fato significa o Amor. Chegou a um ponto que nada mais no mundo importava além da felicidade da Jan Di, mesmo que ela só conseguisse ser feliz com o Joon Pyo.  Mesmo que isso significasse sua infelicidade pessoal. Sem contar que o Joon Pyo/Doumyouji era seu melhor amigo. Ele não cortaria os laços dessa profunda amizade cheia do mais puro amor, que havia entre eles, por causa de uma mulher.

Uma cena que gosto muito mesmo em Hanadan versão japonesa e que não tem em BBF é a cena [spoiler] do Doumyouji se ajoelhando perante o Rui e pedindo perdão por não ter conseguido deixar a Makino para ele.  Isso acontece na segunda temporada. O Rui entende o amigo, e vê o quanto aquela amizade é preciosa para ele.

Eu diria, por fim, que o amor da Makino, e o amor do Doumyouji, eram ambos importantes para o Rui, na mesma proporção. Por isso ele apenas desejou que os dois fossem felizes.

Ufaaa!!!! Escrevi demais dessa vez, demais mesmo!! Tenho tantas coisas a fazer... eu só poderei voltar aqui no domingo de Páscoa, e depois, só no outro mês, provavelmente. Então, dessa vez, perdoem-me, eu me empolguei. E a quem leu até aqui: MUITO OBRIGADA!!

Ahhh, não podia faltar né~
Lee Min Ho (Gu Joon Pyo)

Matsumoto Jun (Doumyouji)
Koo Hye Sun (Geum Jan Di)
Inoue Mao (Makino Tsukushi)

6 comentários:

Ana disse...

*O* Foi grande, mas foi ótimo!!
Ér... *vergonha alheia, eu sei* Eu não terminei de ver HanDan *Por favor, não me matem!*
É que os DVDs não eram meus e pra assistir eles em 1 semana, na semana perto de provas, é "meio" (totalmente) impossível pq ou eu estudava ou eu assistia XD kkkk'
Mas tô louca pra terminar de ver HanDan faz tempo! E agora lendo sobre a versão Coreana.. OMG! Quero ver essa também!
Nunca uma versão é 'parecida', digamos assim, com a outra né. Seeempre tem que ter algo pra mudar completamente... Até a aparência dos atores e da atriz principal que, na minha opinião, a melhor é a japonesa XD (Juuun *----* Mao-chaaan *-*)
E pelo que eu assisti é como vc bem falou.. No começo odiava o Domiyouji e amavaaa o Rui *-* Mas depois foi começando a "gostar" do Domiyouji XD Até que 'aceitei' eles XD hahahahaha Mas, na verdade, ficaram lindos eles dois *u*
Enfim... Lendo seu post me deu mais vontade ainda de terminar de ver a versão japonesa e começar a ver a coreana *O*

My Carol disse...

No começo, até podemos assustar, sabe Ana. 25 episódios?? OMG, é mto!! hihi. Mas sabe, se ficar as contas, não é tanto assim, pq Hanadan tem duas temporadas e um filme, lém do especial do filme, somando dá 22 "episódios". Sem contar o Making do filme, a "surpresa" que a Mao faz pro Jun na pós-gravação da entrevista coletiva do filme, os programas de variedade homenageando Hanadan, etc.
É, você precisa ver logo! Se quiser, posso passar o link de onde encontrar BBF tbm, e Hanadan tem no mesmo site do mangá. BBF em mp4 e Hanadan em rmvb.
É né... versões sempre tem mudanças... hihi.

Bjão!!! Obrigada por comentar
*Hanadan Forever!!

Tamara disse...

Então né vou começar... hahaha!
Quanto a fidelidade ao original, no caso o mangá/anime eu não posso opinar, pq nao li o mangá, nem vi o anime...
Mas acho esse "negócio" de fidelidade ao original-base da história, meio chato...Tem coisas que não precisam ser tão fiéis assim, desde que sejam uma boa adaptação de maneira geral (esse é meu ponto de vista). Mas tem vezes que falta "aquela cena" que amamos muito na versão original.... não se pode ter tudo né?
Bom como você mesma citou, eu prefiro o F4 coreano, mas eu colocaria o Jun no lugar do Lee Min Ho, pq apesar de gostar muito dele, o Jun parece mais o Tsukasa, digo isso pela caracterização física do personagem, aqueles cachinhos do Min Ho não convenceram ninguém..rsrsrs!
Quanto a interpretação, os dois foram ótimos!
Realmente a cena do Tsukasa pedindo desculpas para o Rui, em Hanadan,foi muito bonita, mostra que a amizade deles era também muito importante.... E essa característica dele foi um dos motivos pelos quais a Tsukushi se apaixonou por ele.
Eu considero a amizade muito importante, muitas vezes mais que o amor romântico.
E o Ji Ho/Rui realmente foi o melhor amigo de todos! Abrindo mão de seus sentimentos pela felicidade de dois amigos...
A evolução do personagem Tsukasa/Joon Pyo é muito grande mesmo, o Ji Ho/Rui sempre foi mais simples.
Eu Vi BBF a muito tempo, mas tem umas cenas que não me saem da cabeça e vou comentá-las:
- Joon Pyo indo morar na "Kitnet" sozinho, não sabendo cozinhar miojo e comendo ele cru mesmo! E ainda a cena do ataque de pânico com a barata e no final a Jan Di ter que ir lá matá-la para ele = Hilário demais!
- A voadora da Jan Di é muito boa!
- O F4 resgantando-a no exterior quando ela vai tentar encntrar o Joon Pyo sozinha, gostava muito das cenas de luta... ai ai eles ficavam tão Kakkoiii!!!!
- Jan Di jogando sorvete na cara do Joon Pyo
- Eles presos no teleférico é lindo!
- Ji Ho e Jan Di tirando as fotos de Noivos, fofos demais.
- Ji Ho em sua moto branca (princípe!*_*), tocando violão/violino, dormindo e sendo desenhado pela Jan Di (queria ter aquele talento para o desenho!u.u)
- Yi Jung dando o "troco" no namoradinho da Ga Eul, e fazendo cerâmica!
- Woo Bin's Engrish é ótimo! (pois é, tenho pouco a falar dele) :/


Fight the bad Feeling
http://www.youtube.com/watch?v=Cu28NASOiUE&feature=related

Escrevi ouvindo a música, linda demais, essa eu quase consigo cantar junto! rsrs! ^.^
O Kim Joon (o Woo Bin) ainda faz parte do T-max. \o/
Vi algumas performances dele com o Hyun Joong...

voltandooo...

Eu continuo Ji Ho total! Ainda mais depois de ver esse video, tadinhooooo!! Você conseguiu sentir o sofrimento dele né? Vc consegue entender pq em BBF eu queria que ele ficasse com a Jan Di, e eu gostei muito da menina que foi "prometida a casar com o Joon Pyo", em certa parte da historia, desejei que o Ji Ho ficasse com a Jan Di e o Joon Pyo com ela...mas mesmo assim o final foi bom...
Na versão japonesa, apesar de gostar do personagem Rui, eu sempre fui 100% Tsukasa, não achei em nenhum momento que a Tsukushi devesse ficar com o Rui, apesar de ficar com uma peninha dele também, afinal ele sempre estava lá, todo paciente e pronto para ajudar.

Lembrei agora do post q vc escreveu sobre as lágrimas masculinas, nossa em BBF vemos muitas né?!
Mas para mim as "melhores", acho que essa não é uma boa palavra, as lágrimas mais emocionantes (assim ficou melhor) foram as do Hyun Joong interpretando o Ji Ho!

Enfim....My amei o Post!!!
beijosss!!

PS: Não dá para colocar link direto em comentários :/
Se não eu teria colocado o link da música!

My Carol disse...

Tamara, minha amiga, dessa vez vc escreveu bastante mesmo, né? hihi
Mas eu gosto muito dos seus comentários.

É claro que adaptações são adaptações, e nem por isso deixam de ser boas. Não conheço a história original, pois nunca li o mangá. O que disse foi o que li aqui e ali [não citei fontes nesse caso pois nem lembro, faz tempo que li sobre essas coisas].

Uma única vez vi um filme 99% fiel ao livro de origem, e posso garantir pra você, é um saco! E animes normalmente são bem fiéis mesmo... veja Kimi Ni Todoke, o anime é bem igual o mangá, enquanto o filme muda um pouco, mas nem por isso o filme é menos bom, pelo contrário! Eu amei Kimi Ni Todoke~

Obviamente, BBF tem seus pontos fortes. Se não fosse minha pré-disposição em preferir sempre Hanadan, talvez eu até elegesse como "o melhor" [se eu tivesse descoberto BBF antes de Hanadan]. Assim como, se não fosse minha pré-disposição em SEMPRE escolher o Doumyouji/Joon Pyo, eu até teria preferido que a Jan Di ficasse com o Ji Hoo.

De fato, em BBF tem muito mais lágrimas que em Hanadan... por isso, eu quase morro quando o Jun faz aquele olhar de profunda tristeza interpretando o Doumyouji na segunda temporada. Uma vez, uma amiga me disse que os japoneses quase não choram, eles são "durões"... e por isso "As Lágrimas do Arashi" me chamou tanto a atenção, também. Sim, o Hyun Joong interpretando o Ji Hoo chora muitíssimo bem. Ele chorando enquanto tocava violino, e depois, quando as lágrimas dele e da Jan Di se confundem no beijo na praia, aiai... Ji Hoo, vem cá, deixa eu secar sua lágrimas e fazer cafuné na sua linda cabecinha!

Já to baixando o vídeo do link que você passou!

Ahhh, hoje vi Hana Yori Dango Final pela milésima vez, e chorei de novo. Amo demais!!! One Love~ que música é aquela? Letra perfeita!!! Um dos motivos que me levaram a AMAR o Arashi~

Dezzajp disse...

eh,vc escreve bem,cara!!kkkk mas vou confessar uma coisa,ainda nao sinto vontade de ver qualquer outra versao...nem manga...nao por preconceito mas por me manter fiel,evitar comparacoes...eu sou assim,fazer oq ne...eu acho q o personagem da Makino mudou muito de uma temporada pra outra,sendo q na primeira,era focada nela,as descobertas da menina tinhosa q nao deixava ninguem passar por cima dela...ja na segunda foi focada no Doumyouji e deixaram a Makino um pouco diferente,as vezes chegava ate ser ridicula com tanta bobeira...esse nao era o personagem dede o inicio...mas enfim,vale a historia,os momentos kawaizisse total(ta,inventei essa palavra)...meu episodio preferido esta na primeira teporada,penultimo episodio...qd Makino esta desistindo de tudo por ver sua familia e amigos sendo humilhados...Doumyouji a provoca,leva um belo tapa e assim ele mostra quem eh a verdadeira Makino,a guerreira q nunca desiste,q cai no choro nos bracos dele...fico arrepiada so de lembrar disso...Carol,belissi,o trabalho!!!

My Carol disse...

Drezza! Então~ sua má, assim só me faz ter mais vontade ainda de ver Hanadan. Mas eu não posso, buaaaaa!!!
Só assisti ao BBF depois de ano, resisti por mto tempo, mas enfim, como disse no post antes desse, a Karen é a única conhecida próxima que curte coisas assim (tem a Ágata, mas agora ela casou e foi embora pra São José dos Campos e a gente nem se fala mais direito~) e ela me emprestou... eu não fui boba de recusar, pq... sinceramente, baixar eu não ia, pelo menos não agora. Se um dia vc tiver interesse, vale a pena, não para comparar, mas pq é mto bonito.
Acho que, bem, a cena que vc descreveu é uma das minhas favoritas, mas é difícil dizer. Bom, acho que aquele beijo no fim da primeira temporada ganha, sei lá. Quer saber?? HYD é meu favorito, ele todinho, e pronto, rsrsrs.
Kawaizisse... gostei, kkkkk.
E fico feliz que você tenha gostado!